segunda-feira, 31 de maio de 2010

Lugar de xixi é no banheiro!

Fotos: Reprodução/madebysam.nl



Cada dia aparecem mais invenções esquisitas por aí. Agora o designer holandês Sam van Veluw criou um banheiro portátil para ficar preso ao tronco de árvores durante shows e eventos realizados a céu aberto. Batizado de P-Tree, ele teve essa ideia numa noite em que estava num show, apertado para ir ao banheiro. Como não tinha nada disponível por perto, fez xixi na árvore.

O que Sam fez é repetido todos os dias por muita gente; a maioria do sexo masculino. Quantas vezes você já não viu isso na estrada? Muitos até fizeram o mesmo, não? Xixi não deve ser feito fora do banheiro, como em postes (quem faz isso é cachorro!), viadutos e no matinho. Além de deixar o lugar sujo e com mau cheiro, a urina pode trazer vírus e bactérias que provocam muita doenças.

Até o século 19, banheiro era luxo. As principais cidades da Europa não tinham privada e esgoto dentro das casas. Com isso, as pessoas faziam xixi e cocô no penico e depois jogavam na rua. Para diminuir a sujeira, soltavam porcos para comer tudo. Imagine só que depois comiam os porcos. Eca!!!!



Mas voltando ao invento holandês, o P-Tree sugere ser opção ao banheiro químico, aquela cabine instalada em lugar público para armazenar xixi e cocô de multidões, onde não há instalação sanitária fixa nem rede de água e esgoto. A sujeira fica depositado em uma caixa fechada com capacidade para 220 litros. Para evitar mau cheiro (nem sempre eliminado), a caca recebe substâncias químicas. A limpeza só ocorre no final do evento.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Fósseis pré-históricos


Os paleontólogos estão sempre procurando pistas para saber como era a vida dos seres que habitavam a Terra antes de o homem aparecer. Muitas vezes, pelos fósseis (restos de animais e vegetais incrustados em rochas) que encontram, eles não conseguem desvendar como era a vida dos bichos porque as partes não são suficientes para montar uma réplica (cópia) deles.
Entretanto, algumas vezes eles têm sorte, como os dois pesquisadores do Rio Grande do Sul que encontraram fósseis (foto acima) de um predador pré-histórico que viveu no Brasil há mais de 238 milhões de anos. O réptil, chamado de Prestosuchus chiniquensi, é tão antigo que viveu por aqui antes do aparecimento dos dinos.

A espécie estava muito bem conservada. Seu esqueleto manteve-se praticamente intacto. Depois de estudó-lo, os paleontólogos concluíram que o animal era parecido com o jacaré, caminhava sobre quatro patas, possuía cauda longa e focinho alongado, pesava cerca de 1.000 quilos e media 7 metros. O Prestosuchus pertencia ao grupo dos arcossauros basais (nome dos predadores que antecederam os dinos). Agora, eles pretendem montar uma réplica do animal, já que até hoje nenhum fóssil de Prestosuchus estava tão completo quanto esse.

TEM MAIS
Já foram encontrados fósseis de 17 espécies de dinossauros no Brasil. A maioria dos achados era formada por pedaços de ossos, dentes, ovos e pegadas. As principais descobertas foram feitas na Bacia do Araripe, região que fica na divisa entre os Estados de Piauí, Pernambuco e Ceará.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

As 10 descobertas mais bacanas de 2009

Quem imagina que não resta mais nada para o homem descobrir está muito enganado. Milhares de espécies de plantas e de animais ainda não são conhecidas. Para provar, o Instituto Internacional para Exploração de Espécies da Universidade do Arizona, Estados Unidos, fez uma lista com as 10 descobertas mais importantes em 2009 na área da Biologia. Confira:


1. O peixe-drácula (Danionella Dracula) macho tem dois dentes afiados parecidos com os de um vampiro. São usados para brigar com outros da mesma espécie. É a primeira vez que cientistas encontram essa característica na família a qual ele pertence. O bicho foi achado em Mianmar (Ásia).

2. A Nepenthes attenboroughii é uma das maiores plantas carnívoras conhecidas. A cavidade em que os insetos caem mede 30 cm por 16 cm (é quase o tamanho de um caderno universitário!). Achada nas Filipinas, acredita-se que ela esteja correndo perigo de extinção.



3. O peixe-sapo (Histiophryne psychedelica) tem o corpo com cores bem malucas, chamadas de psicodélicas. É também o único da família com a face plana. Vive na Indonésia.

4. O verme bombardeiro’ (Swima bombiviridis) tem a capacidade de lançar pequenas partes do corpo, chamadas de ‘bombas, que se iluminam por alguns segundos. Imagina-se que isso esteja relacionado à própria defesa. É visto na Califórnia, Estados Unidos.


5. A lesma Aiteng ater integra uma nova família, que acabou de ser descoberta. Alimenta-se de insetos e é achada na Tailândia.

6. O inhame ‘bizarro’ (Dioscorea orangeana) é uma nova espécie comestível. Encontrado em Madagascar, acredita-se que já esteja em perigo de extinção porque é muito consumido e não está protegido.



7. A Nephila komaci é uma aranha bem interessante. A fêmea é quatro vezes maior do que o macho. Vive em Madagascar e foi a primeira da espécie vista desde 1879.



8. O cogumelo Phallus drewesii foi batizado com esse nome científico em homenagem ao pesquisador Robert Drewes, da Academia de Ciências da Califórnia. Ele passou mais de 30 anos na África estudando essa e outras espécies.

9. O peixe elétrico Gymnotus omarorum já era conhecido, mas havia recebido nome científico errado. Para os cientistas, esse é um exemplo de como ainda temos pouco conhecimento sobre a biodiversidade.


10. Os cientistas já sabiam que existiam esponjas carnívoras, mas recentemente descobriram que uma parte do corpo da Meliiderma turbiformis é semelhante à encontrada em fósseis de esponjas que viveram na época dos dinossauros. Isso mostra que as carnívoras existiam naquela época.







terça-feira, 25 de maio de 2010

Cocoricó solta o gogó na cidade


Quando Júlio e a turma do paiol aceitaram o convite do primo João para passar férias na cidade grande, nem imaginavam o monte de aventuras que viveriam. E mais, nunca pensaram que gravariam CD em um estúdio chique da capital. Quem ficou curioso para escutar o resultado pode conferir o CD Cocoricó na Cidade, que está sendo lançado nesta semana.

O álbum tem 13 faixas que fizeram sucesso na temporada. Os ritmos são bastante variados. Cadê a Mala do Júlio? é um sambinha bem gostoso. To Dentro e Toda Coisa Tem um Nome são as mais modernas, com direito a guitarra e sons eletrônicos. Em Pôr do Sol, Júlio mostra todo seu romantismo ao lado da menina Vitória.

O Medo é Nosso Amigão, Homem Sapo e Parcão também merecem destaque. Mas a música mais legal é Goiabinha da Vovó - é lógico que essa é a opinião do Diarinho e você pode não concordar. “A gente se divertiu muito fazendo esse CD e esperamos que todo mundo goste”, diz Júlio.

No sábado, dia 29, a partir das 14h, haverá lançamento do Cocoricó na Cidade na Livraria Cultura do Shopping Bourbon Pompéia, em São Paulo. A turma do paiol e o compositor Fernando Salem estarão lá.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

África: continente cheio de tradições

O Diarinho deste domingo (23) traz um pouco da história e dos problemas da África, além de contar como vivem dois irmãos angolanos que moram em São Bernardo e a experiência de alunos de uma escola de Diadema que estão aprendendo sobre o continente.

A África é bem grandona. Possui 54 países onde são faladas muitas línguas e onde são praticados os mais variados costumes. O continente é o terceiro maior do mundo e o segundo mais populoso, com cerca de 900 milhões de habitantes. Mesmo sendo tão grande e cheio de riquezas - recursos minerais e naturais - o povo africano vive com menos de R$ 1 por dia. Mas isso não é motivo para deixá-los tristes. Os africanos são muito animados e sempre celebram a vida por meio de cantos e danças.

Manter a tradição e o respeito pelas pessoas mais velhas também é importante na África. Tanto que contos e lendas são passados de pai para filho. As histórias são tão importantes para os africanos que os escritores italianos Lilly Pansini, Chiara Sorgi e Salvatore Agresta escreveram África Não o Mundo das Fábulas, Mas Fábulas do Mundo (editora Cidade Nova, R$ 25) para registrar tais lendas e contos. O livro reúne historinhas de Madagascar, África do Sul, Quênia, República de Camarões e Marrocos, além de explicações sobre cada país.



quarta-feira, 19 de maio de 2010

Colinho de mãe


Fotos AFP




Grave bem estas imagens porque você nunca mais poderá vê-las. A mamãe Soya cuida com muito carinho do bebê de 1 mês, no Zoo Besancon, na França. O simpático bichinho das fotos é o raro lêmure Hapalemur simus, um dos animais mais ameaçados de extinção. Só restam 20 exemplares vivendo em cativeiro em todo planeta.


Os lêmures são primatas muito diferentes. Só são encontrados na Ilha de Madagascar e algumas ilhas do arquipélago de Camoras, no continente africano. Lembram macaquinhos peraltas., com focinho de raposa, olhos grandes e cauda, em geral, curta e peluda. Vivem entre as árvores. São conhecidas 60 espécies que habitam diferentes áreas das ilhas.



quinta-feira, 13 de maio de 2010

Barbie negra, mais linda do que nunca


Barbie Uhura, personagem do filme Star Trek, inspirada nos traços da atriz negra Zoe Saldana



Barbie Deusa da África, rara e valiosa boneca, criada pelo estilista Bob Mackie

A boneca mais famosa do mundo nasceu loira, em 1959. Mas não era justo que apenas as meninas de cabelo cor de ouro se sentirem representadas. Por isso, em 1980, foi criada a primeira Barbie negra.

Christie Pop Life, melhor amiga de Barbie, com trajes inspirados na era moderna e nas criações de Paco Rabanne, o primeiro estilista que colocou modelos negras na passarela

Para celebrar 30 anos da criação e homenagear a beleza afro, acontece de hoje (13) até dia 26 a exposição Black Barbie, no Shopping Pátio Higienópolis (Avenida Higienópolis, 618), em São Paulo. A mostra gratuita, inédita nos Brasil, traz 80 exemplares raros da linha, incluindo as primeiras amigas negras de Barbie, que surgiram na década de 1960.

Barbie Diana Ross

O evento mostrará a nova linha de bonecas negras com características reais, como lábios mais grossos, nariz mais largo e cabelos mais encaracolados. Entre os destaques está o modelo único de Barbie negra com figurino criado pelo estilista brasileiro Wilson Ranieri, que fez sucesso na última edição do São Paulo Fashion Week.


Barbie Alvin Ailey, como bailarina, em homenagem aos 50 anos da companhia negra de dança Alvin Ailey

Há ainda o Ken Malibu, primeiro boneco negro, a Barbie Bond Girl, inspirada na personagem da atriz Halle Berry no filme 007 – Um Novo Dia para Morrer, a Barbie Diana Ross, famosa cantora norte-americana, a Barbie Alvin Ailey, bailarina criada para homenagear os 50 anos da companhia negra norte-americana de dança Alvin Ailey, a Barbie Deusa da África, rara e valiosa desenvolvida pelo estilista Bob Mackie, e a Barbie Uhura, baseada na personagem da atriz negra Zoe Saldana no filme Star Trek, entre tantas outras.


Barbie Bond Girl, inspirada na personagem da atriz Halle Berry no filme 007 – Um Novo Dia para Morrer


quarta-feira, 12 de maio de 2010

Encontro de labradores em São Bernardo


Todos os cães são especiais, mas não dá para negar que os labradores têm charme à parte. É só lembrar do sapeca Marley (foto), que se transformou no protagonista de livro e filme de muito sucesso.

Há ainda outros representantes dessa raça que são exemplos de coragem, dedicação e companheirismo. Destacam-se os cães guias que acompanham deficientes visuais e os labradores que atuam junto à polícia e aos bombeiros.

Não faltam belas histórias daqueles que ajudaram no resgate de vítimas em desastres, acidentes e deslizamentos, como os que ocorreram no Rio de Janeiro, em abril. Em 2001, Dorado, macho de 4 anos, salvou o dono nos atentados das Torres Gêmeas, nos Estados Unidos. As cadelas Dara e Anny, do 1º Grupamento do Corpo de Bombeiros do Ipiranga, também participaram do salvamento de sete crianças e uma mulher em um desabamento no Jardim Silvina, em São Bernardo, em 2005.

Quem quiser ver as habilidades dessa raça de perto pode conferir o 1º Encontro de Utilidades de Cães Labradores, que acontece neste domingo (dia 16), das 10h às 17h, no Clube Pet Memorial (Avenida Sadae Takagi, 860, tel.: 4343-0000), em São Bernardo. A entrada é 1 kg de ração, que será doada para ONGs de proteção animal.


Estão programadas apresentações de Athos e Mítico, cães guias da Associação Cão Guia de Cego, dos farejadores Jack, do 2º Batalhão de Polícia do Exército de Osasco, de Hunter, da Guarda Civil de Diadema, dos cães de busca e salvamento Fran, Dara e Radar, da Defesa Civil de Osasco, e de Menina e Garota (foto), do 3º Grupamento de Bombeiros.

E não fica por aí. Haverá ainda exposições, massagem canina, palestras, shows de agility e obediência, gincanas com os cachorros e seus donos.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Alemães ‘operam’ ursinhos de pelúcia

Alunos de Medicina do Centro Clínico Virchow, em Berlim, na Alemanha, tiveram uma excelente ideia. Eles criaram o Hospital do Ursinho Teddy. O objetivo é ensinar as crianças a ‘operar’ seus ursinhos e, assim, fazer com que diminua o medo delas de hospital, médico e injeção. As crianças têm acesso a raio X, roupas cirúrgicas, máscara de oxigênio ... Confira as fotos:



AFP/Timur Emek







quinta-feira, 6 de maio de 2010

Brincando de ser maestro

Foto: Divulgação



Não importa o ritmo nem o estilo. Música é muito legal de qualquer jeito! Que tal então aprender sobre o trabalho do maestro na orquestra? Deve ser bacana reger aquele bando de músicos e ainda fazer um som lindo. Neste sábado (dia 8) vai ter a 3ª edição do evento Aprendiz de Maestro com a peça O Dia do Maestro, em São Paulo.

O espetáculo fala sobre a vida do maestro Emiliano Patarra, encenado pelos palhaços Dó Maior e Dó Menor (foto acima), do Grupo La Mínima. Além de apresentar a função do maestro e o significado de seus gestos, os músicos também participam da cena e mostram os recursos usados em uma interpretação musical. Durante a peça, eles tocam composições clássicas como a ópera La Gazza Ladra, de Rossini; Dança Húngara nº 1, de Brahms; movimentos da 101ª Sinfonia, de Haydn, e da 8ª Sinfonia, de Beethoven; e Polka Raios e Trovões, de Johann Strauss Jr.

Além de se divertir, quem for ao teatro no sábado ajuda na recuperação de crianças e adolescentes carentes com câncer da associação TUCCA. Todo dinheiro arrecadado com os ingressos vai para eles.

QUANDO E ONDE
Aprendiz de Maestro - 3ª edição – O Dia do Maestro
8 de maio (sábado), às 11h
Sala São Paulo – Praça Julio Prestes, 16 – Luz, São Paulo
Ingresso: R$ 40, R$ 45 e R$ 50
Informações: 3057-0131

Os ingresos estão à venda na TUCCA (Avenida 9 de Julho, 4.275, tel.: 2344.1051), na Sala São Paulo e no site www.ingressorapido.com.br.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Você sabe administrar a mesada?

Muita gente que recebe mesada gasta tudo de uma vez e não sabe economizar um pouquinho para investir em algo mais caro no futuro. Outros são mais controlados e chegam até a comprar o presente para o Dia das Mães. De que lado você está?
O Diarinho deste domingo (dia 9) traz casos de quem está começando a lidar com a própria grana, além de dicas legais. Afinal, dinheiro também é assunto de criança. Tanto que há vários livros e até site com orientações legais. Confira:

A escritora Cristina Von tem dois livros que ensinam sobre dinheiro e economia.
O Dinheiro explica o significado de palavras como orçamento, salário, imposto, além de muitas outras que os adultos costumam falar. O legal é que vem com moedinhas e notas de papel, além de folhas de cheque e cartão de crédito de mentirinha, que podem ser recortados e usados para brincar.
O Consumo é outra obra com a história de dois amigos que recebem mesada, mas têm maneiras bem diferentes de usar o dinheiro. Fala sobre finanças e como economizar. Vem acompanhado por um cofrinho para aumentar a vontade de guardar parte da grana recebida. Os livros são publicados pela editora Callis e cada um custa R$ 19.

A gente também aprende com Benjamin e o Poder do Tempo (de Luiz Otávio e Luiz Fernando Roxo). Na história, Benjamin é um menino muito esperto que percebe que todo mundo está sempre comprando e vendendo coisas. Com a ajuda da avó, decide fabricar e vender um doce chamado Quarto Centenário. O negócio dá certo e o menino começa a ganhar bastante dinheiro. Cada capítulo trata de um tema diferente, como poupança, juros, bolsa de valores e muito mais. Tudo bem explicadinho! Custa R$ 39,90 e é da editora Leandro & Stormer.


Até a Turma da Mônica está preocupada em aprender a lidar com a grana. O gibi Turma da Mônica em Superendividados traz várias orientações para gastar com responsabilidade e economizar para o futuro. Desta vez, Magali vai ao supermercado com o pai e enche o carrinho com várias produtos supérfluos (que não são tão necessários). Na hora de pagar a conta, os cartões são recusados porque ele está endividado.
As escolas interessadas em ter a publicação podem entrar em contato com a presidente do SOS Consumidor, Marli Sampaio, por e-mail (marli.samp@uol.com.br), e marcar um dia para buscar alguns exemplares na sede da ONG, em São Paulo. Essa entidade é a idealizadora do projeto que conta com o apoio da Universidade Metodista de São Paulo.

O site da Turma da Bolsa (www.turmadabolsa.com.br/) tem histórias em quadrinhos, vídeos e fábulas, além de dois joguinhos. O caça-palavras ensina economia usando rimas. Em outro, aparece uma sombra e o jogador tem de descobrir que profissão representa. Cada dica vale um dinheiro de brincadeira. Para brincar, é preciso fazer cadastro. O portal também tem informações especiais para pais e professores.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Confira trailer de Shrek Para Sempre



O ogro mais amado do cinema está de volta numa quarta aventura, desta vez em 3D. Shrek Para Sempre estreia dia 9 de julho no Brasil. Nos Estados Unidos chega antes, no dia 21 de maio. Enquanto isso, você pode conferir a primeira imagem (foto acima), em que Shrek aparece com o duende Rumplestiltskin e o trailer da animação.

Na trama, o verdão está cansado da rotina de pai de família e com saudade da época em que era monstro de verdade. Quando encontra com o falante Rumplestiltskin, se depara com a oportunidade de ter o pedido atendido e passa a viver uma outra vida.

É aí que o Reino de Tão Tão Distante vira de cabeça para baixo. Burro não lembra do amigo, aliás, ninguém conhece Shrek; é como se ele nunca tivesse existido. A transformação atinge todos os habitantes. O Gato de Botas é apenas um bichano domesticado e preguiçoso. Fiona, uma superguerreira, e o duende espertalhão é o rei. Será que o ogro vai conseguir desfazer a confusão?




video